A beleza da verdadeira comida

Andrew porque md Ditte Isager

Ao longo dos anos, fiquei frustrado com menus de restaurantes que simplesmente não oferecem muito que considero saudável e atraente. Então, quando conheci o restaurateur Sam Fox em 2007, disse a ele que adoraria ver um novo conceito: um restaurante que ofereceria comida deliciosa que também fosse boa para você.

Sam não estava nem um pouco entusiasmado, porque a maioria dos restaurantes de 'comida saudável' serviam comida chata, esquisita ou as duas coisas. Então eu o convidei para jantar. Fiz sopa de couve-flor com curry, uma salada Caesar vegetariana, bolos de salmão e uma sobremesa congelada com leite de caju. Depois do jantar, ele parecia um pouco mais aberto ao conceito. Contratamos Michael Stebner, um chef francês com formação clássica. E em 2008 abrimos nossa primeira True Food Kitchen, em Phoenix.

Mais da Prevenção: 5 segredos obscuros sobre sua comida



Michael diz que o refrigerador portátil conta toda a história. Temos essas prateleiras enormes de vegetais e minúsculas para carnes e laticínios. Quando ele mostra para chefs profissionais, eles ficam de queixo caído, porque parece para trás para eles. Podemos colocar 9 onças de vegetais e 5 onças de proteína animal em seu prato. Outros restaurantes fariam o contrário. No entanto, quase imediatamente notamos algo muito raro: pessoas comendo lá três, quatro ou cinco noites por semana. Porque? A comida atende aos critérios científicos de saúde - e tem um gosto ótimo.

[cabeçalho = sopa de imunidade]

Comida, Sopa, Ingrediente, Prato, Receita, Serviço, Cozinha, Tigela, Produto, Caldo, Sopa de imunidade

TEMPO DE PREPARAÇÃO: 25 MINUTOS
TEMPO TOTAL: 1 HORA 25 MINUTOS
PORÇÕES: 6

Pesquisas modernas mostram que a raiz de astrágalo, uma erva chinesa usada há muito tempo para evitar resfriados e gripes, tem poderosas propriedades de reforço imunológico. A raiz cortada e seca está disponível online e em lojas de ervas. Não é tóxico e adiciona um sabor agradável e doce quando cozido em sopas. Os cogumelos shiitake também aumentam a imunidade e têm um efeito antiviral. O alho é um antibiótico; gengibre, um agente antiinflamatório natural.

números repetidos 444

1 1/2 colher de chá de azeite de oliva extra virgem
2 lg de cebola em fatias finas
3 dentes de alho esmagados
1 colher de sopa de gengibre fresco picado
4 onças de cogumelos shiitake, com caule e em fatias finas (cerca de 2 c)
2 cenouras lg, juliana
2 1/2 peças de raiz de astrágalo (cerca de 15 'no total)
8 c Estoque de cogumelos (ver receita abaixo)
2 colheres de sopa de tamari com baixo teor de sódio ou molho de soja com baixo teor de sódio
2 c floretes de brócolis
1/2 c cebolinha cortada

Aqueça o óleo em uma panela grande em fogo médio. Adicione a cebola, o alho e o gengibre e cozinhe até ficar macio e translúcido, cerca de 7 minutos. Adicione cogumelos, cenouras, raiz de astrágalo, caldo e 2 xícaras de água. Deixe ferver. Reduza o fogo e cozinhe por 45 minutos.

ADICIONE o tamari e ajuste o tempero com sal se necessário. Adicione os brócolis e cozinhe até ficarem macios, cerca de 2 minutos.

REMOVA pedaços da raiz do astrágalo. Coloque a sopa em tigelas de servir e decore com cebolinhas antes de servir. (Rende 12 xícaras.)

NUTRIÇÃO ( por porção ) 75 cal, 4 g pro, 13 g de carboidrato, 3 g de fibra, 1,5 g de gordura, 0 g de gordura sat, 987 mg de sódio

Impulsionador de sabor fácil: Estoque de cogumelos

O caldo usado em restaurantes costuma ser feito com frango, mas servimos tantos pratos vegetarianos que precisávamos de algo diferente para nossos molhos e sopas. Os cogumelos shiitake conferem uma essência saborosa; você nunca vai perder a carne. Mantenha na geladeira por uma semana ou no freezer por um mês.

Pique 2 costelas de aipo e 1 cebola média e coloque em uma panela grande com 2 onças de cogumelos shiitake secos e 2 1/2 quartos de água.

Leve para ferver em fogo médio-alto.

Reduza o fogo e cozinhe por 20 minutos.

Desligue o fogo, tampe e deixe o caldo em infusão por 20 minutos.

Adicione 1/2 xícara de molho de soja com baixo teor de sódio.

Despeje o caldo em uma peneira de malha fina, descarte os sólidos e deixe esfriar.

(Rende 2 quartos.)

[cabeçalho = Fettuccine com Couve Pesto]

Comida, Cozinha, Ingrediente, Louça, Talheres, Receita, Massa, Prato, Comida básica, Vegetais de folha, Fettuccine com Couve Pesto

TEMPO DE PREPARAÇÃO: 20 MINUTOS
TEMPO TOTAL: 45 MINUTOS
PORÇÕES: 6

Ao contrário do pesto feito com manjericão, esta deliciosa versão de couve não perde sua cor verde brilhante. Ele também tem mais micronutrientes e fitonutrientes protetores.



Pesto
4 c de couve picada (cerca de 1 cacho)
1/2 c ralado Parmigiano-Reggiano
6 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
1/4 c pinhões
2 dentes de alho picados
1/4 colher de chá de pimenta vermelha em flocos

Massa
1 lb de fettuccine ou pappardelle
1 xícara de Parmigiano-Reggiano ralado + mais para servir

FAÇA o pesto: Leve uma panela grande com água para ferver. Encha uma tigela grande com cubos de gelo e água fria. Mergulhe a couve em água fervente e cozinhe por 3 minutos. Usando pinças, transfira a couve para o banho de gelo. (A água fria permite que a couve mantenha sua cor verde brilhante.) Depois de 3 minutos, escorra a couve na peneira e esprema com firmeza para tirar o excesso de água.

COLOQUE a couve, os ingredientes restantes do pesto e 1 colher de chá de sal no processador de alimentos e bata até ficar homogêneo. (Rende 1 xícara.) Transfira para um recipiente, cubra e leve à geladeira até a hora de usar. (Mantém-se até 3 dias).

PREPARE o macarrão: Leve uma panela grande com água com sal para ferver. Adicione o fettuccine e cozinhe até ficar al dente, de acordo com as instruções da embalagem. Pouco antes de o macarrão ficar pronto, remova 2 colheres de sopa da água do cozimento do macarrão e adicione ao pesto. Adicione o queijo e misture bem.

DRENE o macarrão e misture com o pesto. Sirva com mais queijo, se desejar.

NUTRIÇÃO ( por porção ) 549 cal, 20 g pro, 63 g de carboidratos, 4 g de fibra, 25 g de gordura, 6 g de gordura sat, 717 mg de sódio

O que há em um grão?

Grão integral é talvez o termo mais mal utilizado em nutrição. Peça a uma pessoa comum para nomear um alimento de grão integral e você provavelmente obterá a resposta 'pão de trigo integral'. É por isso que tentei popularizar o termo verdadeiro grão inteiro para se referir a alimentos feitos de grãos inteiros e intactos ou, no máximo, quebrados em alguns pedaços grandes - não moídos. Quando os grãos são transformados em farinha, independentemente de parte do farelo e do germe estarem incluídos, o amido se torna um pó fino que não oferece resistência à conversão enzimática em glicose. É por isso que o índice glicêmico (IG) da maioria dos pães de trigo integral, exceto para o pão espesso e denso, não é muito diferente do pão branco. É vital comer grãos em suas formas intactas, como arroz integral, arroz selvagem e cevada. Como amante de massa, fiquei satisfeito em saber que ela também tem um IG inferior, especialmente cozida al dente.

[header = Sopa de almôndega de bisonte do sudoeste]

Comida, Prato, Ensopado, Carne, Receita, Cozinha, Ingrediente, Caril, Louça, Talheres, Sopa de almôndega de bisonte do sudoeste

TEMPO DE PREPARAÇÃO: 30 MINUTOS
TEMPO TOTAL: 1 HORA 45 MINUTOS
PORÇÕES: 8

Usar bisão moído (de preferência alimentado com pasto) e peru em vez de boi ou porco diminui o teor de gordura e aumenta o sabor dessas almôndegas, que também ficam saborosas com macarrão ou sanduíche.


Sopa
2 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
1 cenoura picada
1 lg de cebola picada
1 sm de abobrinha, em cubos
1 c cubado de jicama
3 colheres de sopa de pasta de tomate
9 c de caldo de galinha
3/4 c quinua
1 lata (28 onças) de tomate San Marzano, purê
1 colher de sopa de pimenta em pó
2 colheres de chá de cominho
2 colheres de chá de orégano
1/4 colher de chá de casca de laranja ralada

Almôndegas
8 oz bisão terrestre
4 onças de peru moído
3 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
1 sm cebola picada
3 dentes de alho esmagados
2 colheres de chá de pasta de tomate
1/8 colher de chá de flocos de pimenta vermelha
1/2 colher de chá de cominho
1/2 colher de chá de folhas inteiras de orégano secas
1/2 colher de chá de pimenta em pó
1/4 colher de chá de casca de laranja ralada
2 pitadas de molho de pimenta picante
1 ovo lg batido
1/4 de migalhas de pão integral fresco
1 colher de chá de orégano fresco picado

PREPARE a sopa: Aqueça o óleo em uma panela grande em fogo médio. Adicione a cenoura e cozinhe por 2 minutos. Adicione a cebola e cozinhe por 2 minutos. Adicione a abobrinha e a jicama. Cozinhe por 2 minutos. Junte a pasta de tomate e cozinhe, mexendo sempre, por 2 minutos. Adicione os próximos 6 ingredientes e 1 1/2 colher de chá de sal. Cozinhe por 20 minutos.

STIR em casca de laranja. Tempere a gosto. Cozinhe por 5 minutos. Mantenha quente ou esfrie rapidamente e leve à geladeira. (Rende cerca de 16 xícaras.)

Aqueça o forno a 400 ° F. Forre a assadeira com uma esteira ou papel alumínio de silicone.

FAÇA almôndegas: Combine o bisão e o peru em uma tigela de aço inoxidável. Aqueça 1 colher de sopa de óleo em uma frigideira pequena em fogo médio. Adicione a cebola e o alho. Cozinhe por 1 minuto. Junte a pasta de tomate, 1/4 colher de chá de sal e uma pitada de pimenta-do-reino. Cozinhe por 2 minutos. Retire a panela do fogo e deixe esfriar.

ADICIONE os vegetais resfriados e os próximos 9 ingredientes para tigela com a carne moída. Tempere com 1/4 colher de chá de cada sal e pimenta-do-reino. Misture bem com as mãos. Moldar em cerca de 32 almôndegas do tamanho de nozes.

AQUEÇA 2 colheres de sopa de óleo restantes em uma frigideira grande em fogo médio-alto. Adicione as almôndegas aos poucos e doure por todos os lados, 5 minutos. Asse na assadeira preparada até estar cozido, virando uma vez, cerca de 15 minutos.

LADLE sopa em tigelas de servir e adicione cerca de 4 almôndegas em cada. Enfeite com queijo Manchego raspado e coentro picado, se desejar.

NUTRIÇÃO ( por porção ) 314 cal, 20 g pro, 24 g de carboidratos, 5 g de fibra, 16 g de gordura, 3,5 g de gordura sat, 883 mg de sódio

Comer para uma saúde ótima: a dieta antiinflamatória

Todos nós conhecemos a inflamação quando a vemos em nosso próprio corpo. Você não pode perder a vermelhidão, o inchaço, a dor e o calor no local de uma lesão ou infecção. A inflamação é como o corpo se cura - a maneira como obtém mais atividade imunológica nas áreas que precisam dela.

Mas a inflamação também pode causar danos. Se não terminar quando deveria ou se atingir o tecido saudável, a inflamação persistente, de baixo nível e imperceptível pode aumentar os riscos de ataque cardíaco, derrame, câncer e doença de Alzheimer. Prevenir e conter a inflamação é a melhor estratégia de longo prazo para uma saúde ideal. E as escolhas alimentares são a forma mais importante de atingir esse objetivo. Alimentos processados ​​(especialmente óleo de soja refinado, açúcar e farinha) aumentam a inflamação. Em contraste, uma dieta antiinflamatória enfatiza alimentos integrais com propriedades protetoras. Os pigmentos naturais que colorem vegetais e frutas; os antioxidantes no azeite, chá e chocolate; os novos compostos do gengibre, açafrão e outras especiarias; e as gorduras especiais nos peixes oleosos protegem nossos tecidos e órgãos de inflamações prejudiciais. É a forma como como e a forma como recomendo que todos comam.

Do livro True Food por Andrew Weil, MD e Sam Fox com Michael Stebner. Copyright © 2012 por Andrew Weil, MD. Reproduzido com permissão de Little, brown and Co., uma divisão do Hachette book Group, Nova York. Todos os direitos reservados.

Mais do Dr. Weil: Como ser mais feliz para o resto da vida